'Quero assegurar aos meus amigos judeus, novos e antigos, que este é apenas o começo da minha educação', afirmou o cantor e apresentador.

Nick Cannon em imagem de dezembro de 2018, em Nova York Amy Sussman/Invision/AP/Arquivo Nick Cannon usou as redes sociais para se desculpar após ser criticado por fazer comentários antissemitas e discurso de ódio em uma entrevista para um podcast.

Na entrevista, Nick fez declarações como "você não pode ser antissemita quando somos o povo semita, quando somos as mesmas pessoas que eles querem ser.

Nós somos os verdadeiros hebreus." Ao longo do podcast, ele também citou que "brancos são selvagens" e "agem com animais".

Após as declarações, Nick teve seu vínculo profissional com a ViacomCBS cortado.

A empresa, em comunicado, informou que "condena categoricamente o fanatismo de qualquer tipo e todas as formas de anti-semitismo." Já a FOX informou que conversou com Cannon e confirmou que ele segue no comando do programa "Masked Singer".

"Antes de tudo, eu quero estender minhas mais profundas e sinceras desculpas aos meus irmãs e irmãos judeus por minhas palavras ofensivas e polemicas que saíram de minha boca durante minha entrevista para Richard Griffin", afirmou o artista de 39 anos em texto publicado em seu Instagram.

"Elas reforçaram os piores estereótipos sobre um povo magnífico e me sinto envergonhado pelo lugar desinformado e ingênuo de onde essas palavras vieram." Cannon informou que a entrevista, que fez parte do podcast "Cannon’s Class", foi removida do ar e ainda expressou sua gratidão a "rabinos, líderes comunitários e instituições que me procuraram para me ajudar a me iluminar, em vez de me castigar". "Embora a experiência judaica tenha mais de 5.000 anos e haja ainda muito para eu aprender, tenho tido pelo menos uma pequena lição de história nos últimos dias", declarou Cannon. "Quero garantir aos meus amigos judeus, novos e antigos, que este é apenas o começo da minha educação – e que estou comprometido com conexões mais profundas, com o mais profundo aprendizado e estou fortalecendo o vínculo entre nossas duas culturas hoje e todos os dias daqui para frente." Nick Cannon se desculpa por comentários antissemitas em entrevista Reprodução/Instagram